Festa do Reconhecimento

Pin do Centenário

Pin do Centenário

Márcia Volpato, presidente eleita do Lions Itaipava, esteve na festa de encerramento da gestão do governador do Distrito LC1 Mauricio Eloy e da sua esposa Pulucena, referente ao Ano Leonístico 2015-2016. Na oportunidade recebeu o troféu de Clube Padrão, um pin em homenagem ao Jardim dos Sentidos, único projeto brasileiro a ser escolhido para comemorar os 100 anos de Lions Internacional. O pin representa o legado desenvolvido pelo Lions Itaipava como marca do centenário junto à comunidade. Além de mais uma medalha em reconhecimento ao trabalho feito pela presidente de Divisão F1, Ângela Almeida. A festividade aconteceu no dia 25 de junho, no bairro carioca do Jardim Botânico, na sede do Clube Militar do Rio de Janeiro.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Lions Itaipava desenvolve projetos na área de educação

Márcia Volpato, presidente eleita do Lions Clube de Petrópolis Itaipava,  para o período entre 2016 e 2017, faz uma avaliação dos trabalhos da entidade sobre assuntos educacionais. “A missão da Associação Internacional de Lions Clubes é criar e fomentar um espírito de compreensão entre todos os povos com relação às necessidades humanitárias, fornecendo serviços voluntários por meio de envolvimento comunitário e cooperação internacional. Alinhados com esta missão os associados do Lions Itaipava seguem uma linha de planejamento que ajudam a desenvolver e a consolidar os objetivos, realizando algumas atividades educativas e culturais. As iniciativas envolvem ações com crianças em creches, alunos do ensino fundamental, médio, e universitário”.

Teste de acuidade visual

Teste de acuidade visual

De acordo com Márcia Volpato as atividades a serem desenvolvidas com as escolas através do Lions Itaipava serão campanhas que promovam a saúde da visão. “Pesquisas apontam que 30% dos alunos apresentam algum tipo de deficiência visual, o que atrapalha o rendimento escolar. Os Lions Clubes têm um programa desenvolvido com a empresa Arcelor Mittal atendendo estudantes que não tem recursos para aquisição de óculos. O nosso objetivo é levar esse programa para as escolas”.

Lions Quest

A atuação do Lions Itaipava também procura desenvolver ações com adolescentes para prevenir o consumo de álcool e drogas através do Programa Lions Quest. Márcia explica que Lions Quest é um programa da Fundação de Lions Clube Internacional (LCIF) tendo como objetivo primordial unir as escolas, as famílias e as comunidades para incentivar o crescimento sadio dos adolescentes, estimulando importantes habilidades que ajudam os jovens a desenvolverem a autodisciplina, responsabilidade, bom senso, as boas relações com os outros, a capacidade de dizer “não” ao álcool e outras drogas, além do interesse da prestação de serviços à comunidade. “Eu fui assessora do programa Lions Quest e consegui aprovar junto a LCIF um subsídio de US$ 25 mil para o Distrito LC-1 implantar o programa em Petrópolis. Infelizmente o programa foi cancelado em razão da falta de contrapartida financeira da Prefeitura, que havia se comprometido em participar por escrito. A previsão era implantar o programa em 15 escolas da rede pública municipal, atendendo 6.500 alunos”, conta Márcia.

 
Jardim dos Sentidos

Bruno Jardim

Bruno do Nascimento idealizador do Jardim dos Sentidos

O Jardim dos Sentidos é fruto de uma parceria entre o Lions de Itaipava com a ONG Projeto Água. É um espaço para que qualquer pessoa sinta a vida através do toque das plantas na natureza, interagindo com todos os sentidos do corpo. Os principais visitantes são alunos de escolas públicas. A empresa The History Factory escolheu a iniciativa como um dos 100 marcos da comemoração do Centenário de Lions Internacional. A empresa norte-americana foi contratada para contar a história da instituição. Ao anunciar a escolha do Jardim dos Sentidos eles disseram: “A história do Jardim dos Sentidos é reconhecida como uma das 100 histórias que vamos escrever sobre o 100º aniversário de Lions Clubes Internacional em 2017. Ela representa e contém vários tópicos da visão que Melvin Jones tinha para o Lions”, esclarece Márcia Volpato.

 
Apoio à creche da Vila Leopoldina

Natal na Creche

Natal na Creche

Hoje a creche da Vila Leopoldina é mantida pela Prefeitura, mas Márcia comenta que quando era administrada pelo Serviço de Educação e Organização Popular (SEOP), o Lions Itaipava costumava fazer doações como, por exemplo: fogão industrial, pijamas, roupas de frio no inverno, brinquedos, TV, DVD para apresentação de vídeos pedagógicos. Localizada no Distrito de Pedro do Rio foi construída com recursos de uma instituição italiana, a Sociedade Giuseppe – Neva Volonterio. Em diferentes épocas do ano eram promovidas as ações sociais como Páscoa, Dia das Crianças e Natal.

 
Palestras nas escolas

Segundo Márcia Volpato o ex-cônsul americano radicado no Brasil, Saul Gefter, através do Lions Itaipava organizava uma série de palestras em diferentes escolas da cidade. Os temas eram apresentados por especialistas em diversos assuntos desde meio ambiente até orientações para a escolha de uma profissão pelos alunos. As palestras atendem ao projeto apresentado pelo Distrito LC1 denominado Escola Portal da Cidadania.

 
Concursos pedagógicos

As palestras organizadas pelo Lions Itaipava ajudam a manter uma relação próspera e de amizade com as diretorias das escolas. Para estreitar e fortalecer os vínculos positivos foram organizados concursos sobre meio ambiente e tecnologia. Além dos próprios concursos o Lions Itaipava foi vencedor daqueles promovidos pelo Distrito LC1. Entre os quais uma redação sobre educação e segurança no trânsito escrita pela aluna do Colégio São José, Aline Grandis Guimarães. Há também o concurso Cartaz da Paz organizado anualmente.

 
Leo Clube Petrópolis Itaipava

Leo Itaipava completa 10 anos em 2016

Leo Itaipava completa 10 anos em 2016

Um dos exemplos de sucesso através do envolvimento comunitário com as escolas de Petrópolis foi à fundação do Leo Clube de Petrópolis Itaipava, em agosto de 2006. Márcia lembra que a maioria dos associados pertencia ao Colégio Anglicano de Araras, tendo Denise Gayer como madrinha no seu ingresso no Leoísmo naquela época. Hoje os Leos já concluíram a faculdade e as reuniões do Clube mantêm os vínculos de amizade. Os estudantes do Anglicano ganharam o Prêmio Lions Itaipava de Meio Ambiente e ao serem convidados para fundar o Leo Clube aceitaram prontamente. Aliás, o único Leo Clube da região serrana do Rio de Janeiro.

 
Bandas e corais

Em quase todas as atividades do Lions Itaipava a música está presente. Não é por acaso que a maioria das apresentações são feitas por alunos. Já existiram atividades apresentadas pelo Coral das Princesas de Petrópolis e pela Banda Marcial Professor Amadeu Guimarães. A Banda até desfilou com a bandeira do Lions Itaipava durante uma de suas apresentações anuais na Disney, Orlando, Flórida. Márcia recorda que a apresentação da Banda Imperador Dom Pedro II, vinculada ao Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, foi um dos pontos altos do segundo Seminário Água é Vida no Laboratório Nacional de Computação Cientifica (LNCC).

 
Festival Estudantil Petropolitano da Canção sobre Meio Ambiente

Em virtude dos concursos de Meio Ambiente promovidos pelo Lions Itaipava foi proposto a realização de um concurso para destacar a comemoração do Dia da Árvore, no dia 21 de setembro. A iniciativa de um festival da canção foi apresentada na Câmara Setorial de Desenvolvimento Sustentável do Conselho para o Desenvolvimento Sustentável de Petrópolis. Além das secretarias da Prefeitura de Petrópolis nas áreas de Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Planejamento e Desenvolvimento Econômico e a Fundação de Cultura e Turismo outras instituições também viabilizaram a realização do festival com prêmios em dinheiro. No primeiro ano a atividade aconteceu no palco mecanizado do Quitandinha e no ano seguinte no Teatro Dom Pedro.

 
A organização do Festival da Canção

Segundo a Profª Esmeralda Collares, coordenadora de Educação Ambiental da Secretaria de Educação, os prêmios em dinheiro são necessários, pois houve casos de alunos que aproveitaram o prêmio para fazerem as compras do mês no supermercado. Isso sem contar a compra de tênis para irem à escola. Os prêmios foram de R$ 200,00 para o terceiro colocado, R$ 400,00 para o segundo colocado e R$ 800,00 para o primeiro colocado para os alunos das categorias do ensino fundamental (5º ao 9º ano) e do ensino médio. O concurso aberto a todas as escolas das redes públicas e privada foi organizado em duas categorias. Após a pré-seleção das letras e das músicas foram classificadas 16, sendo oito do ensino fundamental e oito do ensino médio. Um grupo de jurados divididos em júri popular e júri técnico fizeram as avaliações dos que se apresentaram no palco.

 
Parceria com o Rio Water Planet

Além do prêmio em dinheiro foram entregues ipods, coleções literárias de Alceu Amoroso Lima, distribuição de Ativ Plus para a platéia, troféus e das medalhas de honra ao mérito. O Lions Itaipava também conseguiu 120 entradas de cortesia, no valor de R$ 80,00 cada, totalizando R$ 9.600,00, para o Rio Water Planet. Os vencedores do festival da canção poderiam levar os colegas de suas próprias turmas para passearem no maior parque aquático da América Latina, localizado em Vargem Grande, na cidade do Rio de Janeiro.

 
Agenda 21 Escolar

A Prefeitura de Petrópolis em parceria com o Programa Agenda 21 do Ministério do Meio Ambiente qualificou 364 profissionais de educação, 105 alunos e 168 representantes de entidades nos anos de 2007 e 2008 durante as oficinas da Agenda 21 Escolar. Na época a atuação do Lions Clube de Petrópolis Itaipava já havia sido percebida pelas escolas locais. Em abril de 2008 foi organizada a II Oficina da Agenda 21 Escolar, nas dependências da Faculdade Arthur de Sá Earp Neto – FASE, em que foi destacada nos encaminhamentos a seguinte proposta: “Deve-se buscar o apoio e parceria de empresas e instituições como Lions Clube, Rotary e Associações para a construção das Agendas 21 nas escolas de Petrópolis”.

 
Acampamentos internacionais

Em virtude do encaminhamento da oficina, no dia 26 de agosto de 2008, no mesmo auditório da FASE, o Lions Clube, Leo Clube e a Comissão Fulbright foram convidados para fazer uma apresentação de seus trabalhos pautados na juventude e no intercâmbio. Na ocasião houve a entrega dos certificados de participação na II Oficina da Agenda 21 Escolar para os professores e diretores de escolas da cidade. Maria de Lourdes Alonso, associada do Lions Jacarepaguá, acompanhada do então governador do Distrito LC1, Gerson Vilela, falou sobre os programas juvenis do Lions Clube. Deu ênfase aos acampamentos e intercâmbios internacionais que são uma ótima oportunidade de vivência cultural. Ana Carolina, Lidiane Bernardes e Marcos Vinicius falaram para os alunos da FASE e para as professoras presentes sobre a experiência de participarem do Leo Clube.

 
Parcerias com universidades

Márcia Volpato conta que as atividades do Lions Itaipava na área educacional também envolvem os jovens universitários. Alunos do curso de jornalismo da Universidade Estácio de Sá desenvolveram uma página para a entidade na Internet. O projeto criado na plataforma Word Press, a mesma do Ministério da Cultura, possibilitou aos alunos a chance real de colocarem em prática os seus conhecimentos e atuarem como voluntários. Universitários em Petrópolis ligados a área de medicina das diferentes faculdades também tem apoiado a realização das Feiras de Saúde.

 
Comissão Fulbright

O Programa Fulbright foi estabelecido em 1946, por lei de autoria do Senador americano J. William Fulbright, sendo destinado a ampliar o mútuo entendimento entre o povo dos Estados Unidos da América e de outros países. O programa já concedeu mais de 255 mil bolsas de estudo, pesquisa e docência a cidadãos americanos e de outros 150 países participantes. O Lions Itaipava tem promovido palestras para alunos de ensino médio e universitário junto com a Comissão Fulbright. Durante a apresentação há informações sobre programas de graduação, pós-graduação, cursos intensivos de inglês em instituições educacionais de prestígio dos EUA. Os estudantes interessados recebem informações sobre os pré-requisitos de admissão às universidades, como testes, os vários tipos de ajuda financeira e, sobre o processo de obtenção do visto de estudante. A Palestra proporciona insights sobre oportunidades de desenvolvimento educacional em nível internacional, um conhecimento maior sobre as universidades dos EUA e facilita o acesso a um maior número de estudantes interessados em estudar nos EUA. As palestras foram realizadas no Colégio Estadual Dom Pedro II, Teatro Municipal Dom Pedro, Universidade Católica de Petrópolis, Universidade Estácio de Sá, Faculdade Arthur Sá Earp Neto, e na Faetec do Quitandinha. Durante as apresentações estiveram presentes o Cônsul de Vistos, o Adido Cultural e a Adida de Imprensa dos EUA no Rio de Janeiro.

 
Estudantes e professores brasileiros nos EUA

P1010054

Sandra Luzia Ferreira Reis recebendo do Prêmio Lions de Meio Ambiente

Sandra Luzia Ferreira Reis, diretora da Escola Municipal do Bataillard, em Petrópolis, agraciada com o Prêmio de Meio Ambiente do Distrito LC1 pelo Lions Itaipava teve a oportunidade de ir aos Estados Unidos após ganhar um concurso de gestão escolar. Nos EUA teve a grata surpresa de ser recepcionada por representantes da Comissão Fulbright. O Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar é um instrumento de mobilização e de auto-avaliação das escolas públicas brasileiras. Uma iniciativa do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e Fundação Roberto Marinho.

 
Exposição Impressões Visuais

Graça Nassif e Márcia Volpato no Museu da República

Graça Nassif e Márcia Volpato no Museu da República

Em 2008, no Museu da República, no Rio de Janeiro, ocorreu o coquetel de inauguração da Exposição Fotográfica Impressões Visuais em comemoração aos 50 anos da Comissão Fulbright no Brasil. O Distrito LC1 esteve representado no evento pelos associados do Lions Itaipava. Márcia Volpato comenta que foram recepcionados por Rita Moriconi, Coordenadora Nacional para Estudos nos Estados Unidos e pelo Diretor Executivo Adjunto da Comissão Fulbright no Brasil, Luiz Alberto Horta Barbosa que reside em Brasília. Durante o evento o diretor executivo informou com orgulho que seu pai pertenceu ao Lions Clube e que há em Brasília o Lions Clube Brazilândia Horta Barbosa, do Distrito LB-3, em homenagem a seu nome.

 
Bolsa de estudos Ruth Cardoso

Na abertura da exposição estavam presentes o então Embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Clifford M Sobel, a Sra Lili de Carvalho Marinho, a bailarina Ana Botafogo, diplomatas americanos, ex-bolsitas da Comissão Fulbright, professores e diversas autoridades. Na solenidade a Professora Ruth Cardoso (ex-bolsista) foi homenageada pelo seu filho, Paulo Henrique Cardoso, com um emocionante discurso, que lançou a bolsa de estudos Ruth Cardoso, para a Universidade de Columbia. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também foi bolsista da Fulbright.

 
InWent

Fundada em 1949, a Carl Duisberg Gesellschaft fundiu-se em 2002 com a Deutsche Stiftung für Internationale Entwicklung, tornando-se a InWEnt,  maior iniciativa da Alemanha para capacitação e cooperação internacional. Sua missão é desenvolver programas de aperfeiçoamento para especialistas e executivos dos setores industriais, político, administrativo, bem como da sociedade civil. Bruno do Nascimento, Assessor de Meio Ambiente – Serra do Distrito LC1 (AL 2016-2017), foi aluno da InWent. A instituição alemã recebe anualmente 55.000 bolsistas para capacitação e aperfeiçoamento profissional.

 
RE@L

Em agosto de 2008, em Petrópolis, durante a realização de um seminário sobre Meio Ambiente e Boa Governança, com enfoque sobre créditos de carbono e desburocratização governamental, o associado do Lions Itaipava, Bruno do Nascimento, foi eleito presidente da Rede Alumni Latino-Alemã da InWent (RE@L) para os estados do Sudeste: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. No Brasil a RE@L está organizada em quatro regionais: sul, sudeste, nordeste e norte/centro-oeste. Na América Latina a Rede Alumni está presente em 18 países que mantém uma permanente troca de experiências. Ainda em setembro daquele ano, em Montevidéu, no Uruguai, a InWent organizou a primeira Conferência Regional Alumni Latino Americana sobre Mudanças Climáticas. Estiveram presentes mais de 250 Alumni de 18 países, desde o México até a Argentina. Bruno argumenta que “o sentido do encontro foi fortalecer a participação dos ex-bolsistas da InWent na elaboração de propostas para ações que possam mitigar os efeitos das mudanças climáticas. Posteriormente, outra Conferência Alumni Latino Americana aconteceu em 2010 em Manágua, capital da Nicarágua”.

BRUNO DO NASCIMENTO PADILHA VELASCO
www.brunodonascimento.jor.br

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Forró Beneficente

Voluntários prestam serviço no Forró Beneficente no Bramil do Itamarati

Voluntários prestam serviço no Forró
Beneficente no Bramil do Itamarati

Anualmente as unidades dos Supermercados Bramil promovem atividades beneficentes, como um forró. Na festa o público ultrapassa a participação de mais de mil pessoas. A renda é revertida para entidades sem fins lucrativos de Petrópolis. O Lions Clube de Petrópolis Itaipava atua regularmente na ação social e com parte do dinheiro arrecadado realiza nas dependências do supermercado uma Feira de Saúde. Este ano o Forró Beneficente ocorrerá no dia 22 de junho, a partir das 17h, no estacionamento do Bramil no Itamarati.

De acordo com Márcia Volpato o objetivo do Lions Itaipava é promover a Feira de Saúde, mas antes é necessário conseguir os recursos financeiros. A parceria com o supermercado atende esta necessidade. “Além do Lions Clube outras duas entidades participam da atividade beneficente: Grupo dos Amigos dos Autistas de Petrópolis (Gaape) e Creche São José do Itamarati. Este ano haverá mais uma vez o forró beneficente com sorteio de brindes. Entre os prêmios há geladeira, aparelho de televisão, liquidificador, móveis de jardim e vários outros brindes. Os voluntários das entidades trabalham na barraca de comidas e bebidas, servindo refrigerantes, cerveja, quentão, canjica, cachorro quente, pastel e outras comidas típicas. No fim do forró o faturamento com as vendas é dividido entre as três entidades. O dinheiro arrecadado possibilita a compra de fitas para exames de glicose para verificarmos se há pessoas com diabetes na comunidade”.

Feira de Saúde

Quick Massagem na Feira de Saúde no Bramil do Itamarati

Quick Massagem na Feira de Saúde
no Bramil do Itamarati

A principal ação social do Lions Itaipava é a realização de Feiras de Saúde. Em geral a atividade é feita em parceria com os Supermercados Bramil, tanto em Itaipava quanto no Itamarati. Mas também é promovida em diferentes comunidades, tendo sido atendidos bairros como Siméria, Pedras Brancas, Atílio Marotti, Vila Sossego, Vale do Cuiabá e Laginha.

Márcia Volpato diz que a principal intenção do Lions Itaipava é identificar pessoas com diabetes, pois o agravamento da doença, em virtude da retinopatia diabética, pode levar a cegueira. “Lions Internacional propõe atividades para evitar a cegueira e o diabetes traz esse risco para a população. Há vários casos de pessoas que identificamos com a doença e que não tinham noção disso. Em complemento a essa atividade fazemos os testes de acuidade visual, aferição da pressão arterial. Com um movimento intenso divulgamos várias campanhas, como de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis, câncer de mama, violência contra a mulher, uso de álcool e drogas. Há ainda corte de cabelos e massoterapia, como o shiatsu. As vezes confundem a nossa atividade social com uma Ação Global, mas o objetivo não é o mesmo. Nosso foco é procurar evitar a cegueira. Mesmo assim ao longo dos anos temos desenvolvido uma extensa gama de atividades, através de parcerias com médicos, cursos profissionalizantes, clínicas e hospitais atendemos as áreas de oftalmologia, cardiologia, clínica médica, dermatologia, fonoaudiologia, ginecologia, nutrição, pediatria e psicologia”.

Campanha de acuidade visual

Lions Itaipava promove campanhas de acuidade visual

Lions Itaipava promove campanhas de visão

Em 2014, durante a Feira de Saúde o Lions Itaipava promoveu uma campanha de acuidade visual com os funcionários dos Supermercados Bramil. “Através de uma parceria com a Clínica de Olhos do Dr Tannure foram realizados os exames oftalmológicos a preços populares. As consultas foram agendadas e com a posse das receitas oftalmológicas foi visto quais eram os funcionários do Bramil que tinham interesse em receber os óculos. Os quais foram disponibilizados pela parceria com o Instituto Ver & Viver, uma iniciativa da Essilor, em que foram feitas a montagem e entrega dos óculos na própria empresa, mediante os seguintes valores: óculos para pessoas com casos de miopia ou hipermetropia, R$ 50,00; óculos para pessoas com casos de astigmatismo, R$ 60,00; e, pessoas precisando de óculos para perto e longe, R$ 80,00. Para este ano o Lions Itaipava irá promover novamente a campanha, mas ainda está aguardando a confirmação dos valores por parte do Instituto Ver & Viver”, informa Márcia Volpato.

Uma outra atividade do Lions Itaipava durante a Feira de Saúde deste ano será o atendimento a estudantes da rede pública nas imediações do Bramil do Itamarati. Os Lions Clubes têm um programa através de parceria com a empresa Arcelor Mittal que procura atender estudantes que não tem recursos para aquisição de óculos. Em razão da Feira de Saúde contatamos a Escola Municipal Duque de Caxias, situada no bairro do Itamarati, que demonstrou interesse em participar da campanha. A escola possui 176 alunos e 17 profissionais de educação. Para entregar gratuitamente os óculos para os estudantes que tenham necessidade de correção visual o Lions Itaipava está verificando a disponibilidade do médico oftalmologista.

Shiitake

O engenheiro agrônomo Júlio Carvalho e Márcia Volpato na FungiPetro, produtora de shiitake no Brejal

O engenheiro agrônomo Júlio Carvalho e Márcia Volpato na FungiPetro, produtora de shiitake

Para contribuir com o Forró Beneficente no Bramil do Itamarati o produtor de shiitake, Júlio Carvalho, está disponibilizando 40 Kg do produto para ser servido como caldo pelo Lions Itaipava. Júlio além de ser engenheiro agrônomo também é associado da entidade, tendo sido empossado recentemente. “O shiitake é um cogumelo comestível nativo do leste da Ásia, é o segundo mais consumido no mundo. O cultivo no Brasil teve início da década de 1990 e há quatro anos tenho feito o cultivo no Brejal. É muito nutritivo, rico em proteínas, contendo em relação à matéria seca 17,5% de proteínas, podendo substituir a carne vermelha nas refeições, com nove aminoácidos essenciais. Possui substâncias com propriedades medicinais para o tratamento e controle de pressão arterial, redução do nível de colesterol, fortalecimento do sistema imunológico, e inibição do desenvolvimento de tumores, vírus e bactérias. Desde que comecei o cultivo nunca mais senti gripe ou resfriado”, afirma o engenheiro agrônomo.

Há quatro anos produzindo shiitake Júlio Carvalho diz que o produto é um alimento rico em fibras, reduzindo o açúcar do sangue, sendo indicado para diabéticos. “Por causa da lentinana previne e combate doenças e infecções, auxiliando o sistema imunológico, reduzindo as chances de desenvolver câncer. A substância é capaz também de prevenir a trombose, impedindo a formação de coágulos, melhorando a circulação. Tem abundância em selênio, ácido fólico e vitamina B9. Uma porção fornece 70% das necessidades de cobre e 50% da ingestão diária de vitamina B5. Reduz os riscos de acidente vascular cerebral (AVC). Mas deve ser consumido com moderação por pessoas que passaram por implantes recentes, pois pode dar rejeição, em virtude do fortalecimento do sistema imunológico”.

Caminhos do Brejal

Shiitake têm propriedades medicinais

Shiitake têm propriedades medicinais

O roteiro turístico Caminhos do Brejal nos leva a fazer um passeio por chácaras, sítios, fazendas, haras e pousadas em uma área rural. A localidade está situada a 50 minutos do Centro Histórico de Petrópolis. Júlio Carvalho comenta que além de referência em agricultura orgânica, o Brejal também é conhecido pela criação de aves para produção de alimentos. Onde hoje produz shiitake já foi uma granja. Na localidade há produção de tomate, batata doce, inhame, cenoura, beterraba, vagem, alface, chuchu, brócolis americano e comum, além da criação de gado há também as famosas trutas do Firmeza.

No Brejal, Júlio apresentou todas as fases de produção do shiitake, onde costuma colher cerca de 500 Kg por mês com a ajuda de dois funcionários. “O shiitake é produzido em compostos orgânicos à base de serragem de eucalipto que são esterilizados no autoclave, previamente hidratada e mediante correção do pH. Em um dos galpões climatizados, fechado em ambiente escuro, repousa por quase quatro meses até o aparecimento dos frutos e sua colheita. O shiitake é uma especiaria e pode ser preparado em sopas, molhos, conservas, saladas e até empanado”, orienta o produtor rural.

 

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário